Equipe

Daniele Zill

Pesquisadora do movimento e das artes da cena, com ênfase nos estudos do corpo (análise do movimento, gesto flamenco) cultura e interdisciplinariedade. Atua como bailarina/bailaora/intérprete, coreógrafa e produtora da COMPANHIA DE FLAMENCO DEL PUERTO, e como professora do ensino regular de dança e música na ESCOLA DE FLAMENCO DEL PUERTO, da qual também é diretora geral.

Premiada com Melhor Espetáculo (2012, 2008, 2007) e Melhor Produção (2012, 2016) no Prêmio Açorianos de Dança/RS. Indicada a Melhor Atriz no Prêmio Tibicuera de Teatro Infanto-juvenil 2016.

Graduada em Fisioterapia (ULBRA/2001), especialista em Acupuntura Chinesa (2003) e Reeducação Postural Global (2004). Formação conservatorial em Música – Piano (1995). Bolsista CAPES de 2015 a 2017.

Mestre em Artes Cênicas pelo PPGAC/UFRGS (2017).

Autora do livro Gesto Flamenco.

Giovani Capeletti

Começou a estudar flamenco em Caxias do Sul, em 2003. Fez aulas e workshops de guitarra flamenca com Yuri Cayres (SP), Javier e Antonio Conde (Espanha) e Flávio Rodrigues (SP). A partir de 2006, passou a residir em Porto Alegre, onde integrou a cena flamenca local e trabalhou com diversos grupos e escolas.

Em 2009, viajou para a Espanha, onde passou um período de aperfeiçoamento em Madrid. Fez aulas de guitarra com Agustín Carbonell “El Bola” e Fernando De La Rua. Acompanhou aulas dos bailaores Miguel Cañas e Eli “La Truco” no Centro de Baile Flamenco e Danza Española Amor De Dios e da bailaora Carmen “La Talegona” na Fundación Conservatorio Flamenco Casa Patas. Acompanhou também aulas de cante de Talegón de Córdoba.

Tem atuação constante desde 2006 na Escola e Companhia de Flamenco Del Puerto, e na Escola, Companhia e Peña Flamenca Tablado Andaluz, ambos em Porto Alegre.

Dentre os artistas flamencos com quem dividiu palco, merecem destaque: Carmen “La Talegona” (Espanha), Pepa Molina (Espanha), Belén Fernández (Espanha), Claudio Arias (Argentina) Yanina Martinez (Argentina), Andrea Del Puerto, Juliana Prestes, Pedro Fernández, Sonia Bento, Thais Rosa, Rafael Melo, Stefano Domit, Lisiane Sfair, Talita Sanchez, Andréa Franco, Robinson Gambarra, Gisele Domit, Daniele Zill, Ana Medeiros, Juliana Kersting, Tatiana Flores, Graziela Silveira, Silvia Canarim, Cadica da Costa, Jony Gonçalves, Miriam Galeano, Fernando De Marília, Diego Zarcón, Marcio Bonefon, Allan Harbas, Tiza Harbas e Yuri Cayres.

Juliana Prestes

É diretora artística, sócia, coreógrafa, produtora, professora e bailarina, na Escola e na Companhia de Flamenco Del Puerto em Porto Alegre/RS, Brasil. Contemplada com o Prêmio Açorianos de Dança 2008 de Melhor Bailarina pelo espetáculo Tablao (premiado com o Troféu de Melhor Espetáculo e com o Troféu RBS/TVCOM Júri Popular) e com o Prêmio Açorianos de Dança 2012 de Coreografia do Ano e Figurino do Ano pelo espetáculo Las Cuatro Esquinas, Juliana Prestes iniciou seus estudos de flamenco com a bailaora e coreógrafa Andréa Del Puerto em 2003. No ano seguinte já atuava como professora na Escola de Flamenco Del Puerto, ministrando aulas regulares e particulares, cursos e Workshops para todos os níveis. No mesmo ano integra a Companhia de Flamenco Del Puerto.

Desde 2004, aperfeiçoa seus estudos com diversos maestros brasileiros e espanhóis; em 2008 em estada de um mês em Buenos Aires estuda em renomadas instituições; em 2009 em Madrid/Espanha passa três meses estudando nas principais instituições de ensino do Flamenco do mundo: Conservatório Flamenco Casa Patas e Centro de Arte Flamenca y danza Española Amor de Dios, aperfeiçoando-se com mais de quinze professores do mais alto reconhecimento mundial. Nesse mesmo período atuou ao lado de grandes nomes do flamenco brasileiro e espanhol e ministrou aulas como professora substituta de Carmen La Talegona na Fundación Conservatorio Flamenco Casa Patas (Madrid), sendo a única brasileira a ministrar aulas nessa instituição e em Fevereiro 2013 participa do XVII FESTIVAL DE JEREZ, Jerez de La Frontera/ Espanha, em curso com a Internacional Eva La Yerbabuena.

Atualmente é uma das bailaoras e professoras de flamenco mais atuante no cenário brasileiro atuando como solista e ministrando cursos e workshops em todo o Brasil. Também participou XI Encuentro Internacional de Danzas Españolas Del Mercosur em Assunção, Paraguay; e freqüentemente é convidada a atuar em espetáculos de bailaores internacionais no Brasil como Carmen La Talegona e José Maya. Na Companhia de Flamenco Del Puerto, como coreógrafa, bailarina, diretora e pesquisadora, participa dos projetos Noches Flamencas e Encuentros e dos espetáculos Tablao e Las Cuatro Esquinas (12 Indicações ao PRÊMIO AÇORIANOS DE DANÇA 2012, 8 estatuetas: Espetáculo do Ano, Destaque em Flamenco, Trilha Sonora do Ano, Produção do Ano, Bailarino do Ano, Bailarina do Ano, Figurino do Ano – Juliana Pretses – e Coreografia do Ano – Juliana Prestes-).

Na Escola de Flamenco Del Puerto, segue sua carreira docente, ministrando aulas regulares e particulares para todos níveis, bem como aulas específicas de ritmo e teoria do flamenco, manejo de instrumentos de baile flamenco, construindo uma formação completa para todo o alunado.  É também diretora do Grupo de Ensaio (Grupo amador desta Escola).

Com somente nove anos de carreira, já é considerada uma grandes bailaoras do Brasil e reconhecida na America Latina e Espanha.

Graziela Silveira

Grazi Silveira começou a dançar aos 6 anos no Ballet Erenita em Canoas. Aos 7 anos, passou a estudar com a professora Teresinha Campos Figueiredo com quem concluiu seus estudos em ballet clássico em 1999 na extinta Fundação Cultural de Canoas.

Seguiu dançando com o grupo até os 19 anos quando fez uma breve pausa para terminar o curso de Bacharel em Comunicação Social – Jornalismo na Unisinos, onde se formou em 2002/2. Em 2003, ingressou na Escola de Dança Flamenca Tablado Andaluz, na qual deu aulas de dança flamenca para crianças, adultos e seniors de julho de 2006 a dezembro de 2017, além de atuar na Companhia de Dança Tablado Andaluz no mesmo período.

Concluiu o curso de Tecnologia me Dança na Ulbra em 2007/2, ano em que ingressou na Geda Cia de Dança Contemporânea,.realizando diversos espetáculos, entre eles Cem Metros de Valsa e um grama (março de 2011), pelo qual foi indicada ao Prêmio Açorianos de Melhor Bailarina de 2011, e o solo Às vezes eu Kahlo (setembro de 2018) que fez parte da programação do festival Janeiro de Grandes Espetáculos em janeiro de 2020. É criadora/ intérprete das obras Degrando Trilhaus (2010, 2012, 2016 e 2017), Observação Poética da Incompletude (2015, 2016), Pá mis abuelos (2014) e Para cada vazio, uma pílula (2018). Em julho de 2010, participou do II Ciclo Completo para Formação em Baile Flamenco da Escola de Flamenco Amor di Diós em Madri. De abril de 2010 a novembro de 2016, deu aulas de dança flamenca para adultos na Escola de Danças La Tablada em Canoas, onde iniciou o grupo Grazi Silveira Dança Flamenca que, atualmente tem sede própria. Em março de 2015, começou a dar aulas de dança flamenca no Estúdio de Danças Juliana Lorenzoni em Novo Hamburgo.

Em 2014, foi indicada ao Prêmio Açorianos de Destaque em Flamenco por sua atuação como bailaora, professora e incentivadora do flamenco no município de Porto Alegre. Em 2017, foi homenageada pela Câmara de Vereadores de Canoas por sua representatividade e significância na história da dança no município. No mesmo ano, passou a integrar o elenco do espetáculo Flamenco Imaginário da Companhia de Flamenco Del Puerto. Em 2018, começa a dar aulas de flamenco na Escola de Flamenco Del Puerto e integra a Cia de Flamenco Del Puerto de Porto Alegre como bailaora.

É coreógrafa e bailaora dos espetáculos Flamenco de Bolso (2015, 2016, 2017) e Flamenco sin más (2017) do Grazi Silveira DançaFlamenca.

 

Rua Cristóvão Colombo, 752 - Porto Alegre - RS
Fone: 3028-4488